OUVIDORIA DO SINDICATO
CONTATO
Quem so
HOME

169ª Plenária Nacional do SINASEFE será realizada em 6 de novembro

169ª Plenária Nacional do SINASEFE será realizada em 6 de novembro

A Direção Nacional (DN) convocou, nesta quinta-feira (21/10), as seções sindicais para a 169ª Plenária Nacional do SINASEFE. O evento será realizado no sábado, dia 6 de novembro de 2021, de forma online, via plataforma Zoom.

Saiba Mais
SINASEFE MT faz parceria com plano de saúde e fornece descontos para novos associados

SINASEFE MT faz parceria com plano de saúde e fornece descontos para novos associados

Servidores e servidoras do Instituto Federal de Mato Grosso que são sindicalizados ao SINASEFE MT e ainda não possuem plano de saúde podem aproveitar a parceria entre o sindicato e a Unimed para se associarem ao convênio.

Saiba Mais
Fiocruz avalia que é precipitado aulas 100%

Fiocruz avalia que é precipitado aulas 100%

A decisão do governo estadual de retomar as aulas de forma 100% presencial em toda rede escolar a partir de 18 de outubro é considerada precipitada por especialista. Segundo o epidemiologista da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Diego Xavier, a medida foi tomada sem um planejamento correto. Para ele, o ideal seria primeiro Mato Grosso observar o que acontece com esse retorno em outros estados para depois saber se é seguro a volta totalmente presencial nesse momento.   

Saiba Mais
Vamos pensar um pouco

Vamos pensar um pouco

Mesmo em dias tão difíceis como todos estamos vivendo, não podemos deixar de lançar nosso olhar para o que está estampado nas manchetes dos jornais. Uma rápida consulta no Google traz números que provocam calafrios: 591 mil mortes no Brasil, 13.741 mortos em Mato Grosso e 33 mortos no IFMT.

Saiba Mais
Retorno presencial às aulas sem vacinação completa de profissionais da saúde e estudantes é assumir conduta de risco e morte

Retorno presencial às aulas sem vacinação completa de profissionais da saúde e estudantes é assumir conduta de risco e morte

A rede estadual de ensino retornou às atividades presenciais no dia 03 de agosto de 2021. Ao completar 30 dias de retorno, durante audiência com a Secretaria Estadual de Educação, o SINTEP-MT foi informado que 79 escolas apresentaram casos positivos de covid-19. Ou seja, 23% de todas as escolas do estado tinham servidores infectados com o novo coronavírus.  

Saiba Mais

HOME / NOTÍCIAS

Quinta-Feira, 16 de Setembro de 2021, 19h17   (Atualizada 16/09/2021 às 19:17)

Retorno presencial às aulas sem vacinação completa de profissionais da educação e estudantes é assumir conduta de risco e morte

TOTALMENTE SEM ESTRUTURA

A rede estadual de ensino retornou às atividades presenciais no dia 03 de agosto de 2021. Ao completar 30 dias de retorno, durante audiência com a Secretaria Estadual de Educação, o SINTEP-MT foi informado que 79 escolas apresentaram casos positivos de covid-19. Ou seja, 23% de todas as escolas do estado tinham servidores infectados com o novo coronavírus.  

 

O cenário desastroso foi consequência de uma série de erros cometidos pelo governo do estado. A rede não estava preparada para receber os profissionais e estudantes nas unidades escolares. Poucos locais dispunham do mínimo de recursos e estrutura para implementar as rotinas de biossegurança, nenhuma adaptação da infraestrutura foi realizada e a discrepância das realidades nas escolas são muito grandes.  

  

“A qualidade das máscaras ofertadas a professores e estudantes é muito baixa. Enquanto há escolas que possuem dispenser de álcool em gel, em outras não há nem ventilação nas salas de aulas porque as janelas são vitrôs e abrem pouco. Até hoje, muitas famílias não têm enviado seus filhos à escola porque eles dependem do transporte coletivo e há um medo muito grande de se contaminarem durante o trajeto até a sala de aula”, disse Guelda Andrade, secretária de assuntos educacionais do SINTEP-MT.  

  

Enquanto assistimos às dificuldades enfrentadas pelos colegas da rede estadual, setores do IFMT pensam estar imune às adversidades de adequação do espaço físico para o retorno presencial às aulas e já planejam a volta das atividades, sem a efetiva garantia de  biossegurança, vacinação dos estudantes e adequação estrutural. Além disso, o avanço da variante Delta e sua transmissibilidade imensamente maior, parece não ter sido analisado. 

 

Realmente é necessário colocar a vida de milhares de estudantes em risco? Retornar somente com os profissionais da educação vacinados não seria menosprezar o valor da vida dos discentes? A responsabilidade das novas infecções causadas no ambiente escolar será da instituição ou a culpa vai recair para a profissional da limpeza que não conseguiu higienizar adequadamente a escola porque ela é a única funcionária terceirizada daquele setor? 

 

Fonte: Assessoria
Voltar

COMENTAR A NOTÍCIA

Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - MT
Rua Marechal Floriano Peixoto, 97. CEP: 78.005-210. Cuiabá-MT
(65) 3358-3171 - (65) 99234-1887.   CNPJ:03.658.820/0010-54.  sinasefemt@sinasefemt.org.br
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados
WEB SITE DESENVOLVIDO E HOSPEDADO POR: MRX WEB SITE - WWW.MRXWEB.COM.BR