OUVIDORIA DO SINDICATO
CONTATO
Quem so
HOME

SINASEFE MT lança formulário para apurar os custos gerados pelo trabalho remoto

SINASEFE MT lança formulário para apurar os custos gerados pelo trabalho remoto

O SINASEFE MT lançou nesta sexta (23), um formulário que busca quantificar os valores investidos pelos servidores do Instituto Federal de Mato Grosso para conseguirem desenvolver suas tarefas durante os meses em que foi necessário adotar o home office devido a pandemia de covid-19.

Saiba Mais
SINASEFE se posiciona em defesa da saúde e publica carta de apoio

SINASEFE se posiciona em defesa da saúde e publica carta de apoio

O Grupo de Trabalho Multidisciplinar de Protocolo de Biossegurança do SINASEFE MT publicou nesta quarta-feira (21) uma carta em defesa da saúde. O documento é um alerta para a população, já que apresenta situações preocupantes de transmissão comunitária da covid-19, já que a cobertura vacinal da população segue num ritmo abaixo do esperado e novas variantes continuam surgindo.

 

Saiba Mais
Sindicato exige transparência, por parte da Reitoria, na oferta e ocupação de cargos disponíveis para remoção e redistribuição

Sindicato exige transparência, por parte da Reitoria, na oferta e ocupação de cargos disponíveis para remoção e redistribuição

As seções sindicais do SINASEFE em Mato Grosso protocolaram, na última semana, mais um ofício endereçado à reitoria do IFMT, solicitando esclarecimentos e providências quanto à falta de transparência em relação aos critérios e à quantidade de vagas disponíveis nos processos de remoção e redistribuição da instituição.

Saiba Mais
SINASEFE solicita esclarecimentos e providências para abertura de concurso público

SINASEFE solicita esclarecimentos e providências para abertura de concurso público

As seções Mato Grosso, Cáceres e Rondonópolis protocolaram na última semana um ofício solicitando providências e esclarecimentos por parte da Reitoria em relação às irregularidades constatadas nas atribuições dos professores que lecionam a disciplina de Sociologia em diversos campi do Instituto Federal de Mato Grosso. 

Saiba Mais
Seções sindicais conseguem a convocação de professor após pedido de providências ser enviado à Reitoria

Seções sindicais conseguem a convocação de professor após pedido de providências ser enviado à Reitoria

As seções sindicais do SINASEFE Cáceres e Mato Grosso, protocolaram um ofício junto à Reitoria e à Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas com pedido de esclarecimentos e providências quanto à convocação dos classificados em concurso público no edital 078/2018. 

Saiba Mais

HOME / NOTÍCIAS

Quarta-Feira, 19 de Maio de 2021, 21h16   (Atualizada 19/05/2021 às 21:16)

Entidades da Educação de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul lutam por retorno presencial seguro às aulas

19 DE MAIO

Nesta quarta-feira (19), sindicatos, movimentos sociais e entidades ligadas à Educação foram às ruas no Dia de Luta e Resistência em Defesa da Educação em todo país. Em Mato Grosso não foi diferente. Professores, técnicos administrativos e estudantes participaram de um ato simbólico na Praça Alencastro, em Cuiabá, denunciando as manobras governamentais para permitir o retorno presencial às atividades sem a vacinação de todas as pessoas envolvidas no processo de ensino-aprendizagem.

 

Além do ato no centro da capital, os manifestantes distribuíram à população uma carta aberta expondo todos os argumentos em defesa da vacinação em massa e do retorno seguro às atividades presenciais. 

 

O documento foi escrito em parceria com sindicatos de Mato Grosso do Sul. As entidades demonstram porque a retomada de qualquer atividade presencial só pode se dar a partir da vacinação em massa da população e reformas estruturais para adequar as instituições às normas sanitárias. O que no momento não ocorre no estado do Mato Grosso, em que a Lei 11.367/2021, que determina o retorno às atividades presenciais nas escolas, foi sancionada pelo governador com veto de parte do texto que condicionava o retorno à vacinação de todos os profissionais. 

 

De acordo com o coordenador geral do SINASEFE/MT, Leandro Viana, retornar às aulas sem vacinar todos os envolvidos no processo de ensino-aprendizagem é uma decisão cruel e perigosa. “Nós consideramos perversa a lógica de ampliar a pandemia e colocar a nós mesmos, e sobretudo, a nossos estudantes em risco.  Será que esses e essas deputadas já foram em enterros de estudantes? Não há nada pior do que o silêncio na escola e a falta de esperança. Qual o sentido de vacinar docentes e deixar de lado o porteiro ou outro trabalhador da escola? Quem cuida da faxina não seria quem está tanto ou mais sob risco?”, refletiu.

 

A legislação estadual, tal qual o Projeto de Lei Federal 5595/20, aponta a Educação como serviço essencial, mas isso não representa uma defesa da Educação, pois, ao mesmo tempo em que querem obrigar o retorno das atividades presenciais, as esferas federal e estaduais operam sistemáticas retiradas de verbas da Educação pública. Algumas universidades, por exemplo, já anunciam que não terão recursos e custeio para finalizar o ano letivo. Dessa forma, se faz urgente a denúncia da irresponsabilidade desta medida, que colabora com a disseminação do vírus e agravamento da pandemia. 

 

AUDIÊNCIA PÚBLICA

 

As entidades solicitam, para o dia 27/05, audiências públicas em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul com o objetivo de promover um debate com os deputados sobre os motivos que os levaram a aprovar um Projeto de Lei que autoriza o retorno presencial, em um contexto de aumento dos casos de infecção e mortes por Covid-19, encerramento de produção de vacina no Brasil e altos índices de ocupação dos leitos de enfermarias e UTI’s.  

 

“Ao passo que governos estaduais e federal estão naturalizando o retorno às atividades escolares usando o argumento de que a Educação é um serviço essencial, as entidades, sindicatos e movimentos sociais reafirmam inapelavelmente que a Educação é um direito social que só pode existir se houver vida. Essencial é salvar a vida da população e a vacina para todos/as”, afirmou Raquel de Brito, vice-presidente da Regional Pantanal do ANDES-SN. 

 

Leia abaixo a Carta Aberta assinada por entidades e movimentos sociais:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fonte: Assessoria

FOTOS DESTA NOTÍCIA

Voltar

COMENTAR A NOTÍCIA

Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - MT
Rua Marechal Floriano Peixoto, 97. CEP: 78.005-210. Cuiabá-MT
(65) 3358-3171 - (65) 99234-1887.   CNPJ:03.658.820/0010-54.  sinasefemt@sinasefemt.org.br
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados
WEB SITE DESENVOLVIDO E HOSPEDADO POR: MRX WEB SITE - WWW.MRXWEB.COM.BR