OUVIDORIA DO SINDICATO
CONTATO
SOBRE
HOME

Dia 30 é dia de luta

Dia 30 é dia de luta

Na próxima quarta-feira (30), entidades sindicais de todo o país saem às ruas para protestar contra a Reforma Administrativa. A PEC 32/2020 é encarada pelas organizações sindicais como um verdadeiro desmonte aos serviços públicos que propõe o fim da estabilidade, a redução do piso salarial, extingue carreiras e reduz postos de trabalho. 

Saiba Mais
Carta aberta das seções sindicais do SINASEFE aos servidores públicos e demais trabalhadores

Carta aberta das seções sindicais do SINASEFE aos servidores públicos e demais trabalhadores

As seções sindicais do SINASEFE em Mato Grosso – seções Cáceres, Mato Grosso, Rondonópolis e São Vicente – não poderiam deixar de conversar com os servidores públicos e os trabalhadores em geral sobre as graves ameaças que pairam sobre a classe trabalhadora.

Saiba Mais
Seções sindicais se reúnem com a Reitoria e discutem sobre atividades remotas e retorno presencial

Seções sindicais se reúnem com a Reitoria e discutem sobre atividades remotas e retorno presencial

As seções sindicais do SINASEFE em Mato Grosso encaminharam um ofício à Reitoria e conseguiram discutir durante uma reunião com o Reitor, no dia 09 de setembro, diversos questionamentos que não haviam sido respondidos desde os encontros realizados anteriormente.  

Saiba Mais
Professores e técnicos do IFMT têm aulas e eventos invadidos por hackers

Professores e técnicos do IFMT têm aulas e eventos invadidos por hackers

Ministrar aulas remotas ou realizar lives em plataformas de streaming não tem sido tarefa fácil. Além do desgaste físico e emocional causado pela maior pandemia da história recente, professores e técnicos administrativos do Instituto Federal de Mato Grosso têm sofrido ataques nas salas virtuais onde as atividades são realizadas ao vivo.

Saiba Mais
Todo apoio à greve dos trabalhadores e trabalhadoras dos Correios

Todo apoio à greve dos trabalhadores e trabalhadoras dos Correios

Desde o dia 17 de agosto, os trabalhadores e trabalhadoras da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) estão em Greve Nacional lutando pelos seus direitos laborais, salários, empregos e pela não privatização da estatal. Bolsonaro e seu mandatário na empresa, o general da reserva Floriano Peixoto, desejam excluir 70 cláusulas, das 79 existentes, no Acordo Coletivo entre a empresa e seus trabalhadores.  

Saiba Mais

HOME / NOTÍCIAS

Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2020, 21h01   (Atualizada 24/08/2020 às 21:01)

SINASEFE/MT participa de ato internacional contra o presidente

STOP BOLSONARO

Manifestantes se reuniram neste domingo (23), em pelo menos 18 países e 77 cidades ao redor do mundo para protestar contra as ações - ou falta delas – do presidente Jair Bolsonaro. Em Cuiabá, representantes do SINASEFE/MT, Adufmat, Andes e outras entidades sindicais, além de integrantes da sociedade civil participaram de um ato pacífico em frente ao Mercado Municipal do Porto, na capital. 

 

Desde às 7h da manhã, cartazes foram fixados na entrada do mercado denunciando a falta de gestão dos recursos destinados à Saúde, Educação e Ciência, além do descaso com as vítimas da Covid-19, com o desmatamento desenfreado no território brasileiro, com a quantidade de agrotóxicos que ingerimos e também os ataques sofridos por comunidades quilombolas e indígenas. 

 

Para homenagear as mais de 114 mil vidas perdidas até agora para a Covid-19 em nosso país, cruzes foram fixadas no canteiro central próximo a entrada do mercado. A intervenção chocou os pedestres que passavam pelo local. 

 

“O que nós estamos vendo é um extermínio da classe trabalhadora. Muitos trabalhadores dos Correios e também da área da saúde não tiveram acesso aos equipamentos de proteção individual durante este período de pandemia, por exemplo. E não tratá-la com a gravidade necessária que a situação exige, só aumenta o tempo de circulação da doença e de mortes que poderiam ser evitadas”, declarou Jelder Pompeo de Cerqueira, coordenador geral do SINASEFE/MT. 

 

Durante a manifestação, algumas pessoas reagiram negativamente ao ato e proferiram palavras de baixo calão e até forçaram a passagem do carro bem próximo aos manifestantes, numa tentativa explícita de atropelamento, porém, nenhum incidente grave foi registrado. 

 

“O presidente já foi denunciado ao Tribunal de Haia pelas suas práticas genocidas. Esta é a segunda vez que o mundo se mobiliza com o presidente do Brasil, a primeira foi em 28 de junho. E desta vez, pelo país ser o segundo no mundo em número de casos e mortes por covid-19, faz com que nós reajamos ainda mais ao governo. Me irrita profundamente ter que conviver com um presidente que brinca com a vida do cidadão, que diz que não é coveiro e que todo mundo vai morrer. O dirigente máximo do país não conduz a política de proteção à vida das pessoas e é curioso que ele cresça nas pesquisas num momento como esse”, refletiu Aldi Nestor de Souza, diretor geral da Adufmat. 

 

Na última pesquisa realizada pelo Datafolha (no dia 14 de agosto), a aprovação do governo Bolsonaro subiu para 37%. Segundo uma análise do diretor do Andes, Reginaldo Araújo, “o valor de R$ 600 do auxílio emergencial é insuficiente para garantir que o trabalhador fique em casa e, ao mesmo tempo, milhares de outros trabalhadores não tiveram acesso ao recurso. Isto é uma violência contra o trabalhador. E também há outras violências que estão em curso, como o aumento do número de mulheres agredidas durante a pandemia”. 

 

Ainda sobre o tema violência contra a mulher, a 1ª vice-presidente do Andes, Qelli Rocha, “uma criança de 10 anos foi estuprada e engravidou. Num episódio sem precedentes de mobilização pelas redes sociais, pessoas fascistas foram para a frente do hospital tentar intimidar a equipe de saúde responsável pela realização do aborto seguro. Então também se faz necessário que estejamos aqui para denunciar as múltiplas violações sofridas por mulheres, crianças e adolescentes em decorridas pelo fato de estarmos inseridos num sistema patriarcal”. 

Fonte: Assessoria
Voltar

COMENTAR A NOTÍCIA

Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - MT
Rua Marechal Floriano Peixoto, 97. CEP: 78.005-210. Cuiabá-MT
(65) 3358-3171 - (65) 99234-1887.   CNPJ:03.658.820/0010-54.  sinasefemt@sinasefemt.org.br
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados
WEB SITE DESENVOLVIDO E HOSPEDADO POR: MRX WEB SITE - WWW.MRXWEB.COM.BR