OUVIDORIA DO SINDICATO
CONTATO
SOBRE
HOME

WEBINÁRIO

WEBINÁRIO "GÊNERO E SEXUALIDADE ENQUANTO DIREITO FUNDAMENTAL"

A transmissão da live será no dia 25/11, às 19h, horário de Cuiabá/MT. Esta atividade faz parte da campanha "21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres",  realizada pela Comissão para Estudos Sociais das Relações Étnico-raciais, de Gênero e Cidadania (Cerg) do IFMT Campus Sorriso.

Saiba Mais
Em defesa da democracia e a favor do IFMT que queremos

Em defesa da democracia e a favor do IFMT que queremos

O SINASEFE - seção sindical Mato Grosso como entidade representativa da categoria dos servidores e servidoras do IFMT, diante do cenário de eleição para diretores gerais e reitor, reafirma que não apoia nenhuma candidatura, pois preza pela independência e pela autonomia frente a qualquer gestão, seja de reitoria, seja de diretoria.

Saiba Mais
Pandemia dificulta tramitação da Reforma Administrativa, mas PEC 32 continua sendo articulada nos bastidores

Pandemia dificulta tramitação da Reforma Administrativa, mas PEC 32 continua sendo articulada nos bastidores

Que a maioria dos parlamentares brasileiros são neoliberais e votam pela punição dos trabalhadores e trabalhadoras, você não tenha dúvida. Em vez de apreciar pautas como a taxação das grandes fortunas, deputados e senadores preferem apreciar matérias como reforma trabalhista e reforma da previdência, precarizando a vida laboral do trabalhador e dificultando o processo de aposentadoria de trabalhadores dos setores público e privado. A bola da vez é a reforma administrativa.    

Saiba Mais
Sindicato adquire livros para distribuição nos campi

Sindicato adquire livros para distribuição nos campi

Compreendendo a fala da professora e filósofa Angela Davis que “numa sociedade racista não basta não ser racista, é preciso ser antirracista”, o SINASEFE MT adquiriu 2 exemplares de livros que abordam a temática para cada um dos 19 campi do Instituto Federal de Mato Grosso. 

Saiba Mais
Mesa Redonda entre os candidatos à Reitoria do IFMT acontece hoje (17)

Mesa Redonda entre os candidatos à Reitoria do IFMT acontece hoje (17)

Todas as seções sindicais do SINASEFE em Mato Grosso estão organizando uma mesa redonda entre os candidatos à Reitoria do IFMT. A atividade coordenada em grupo será realizada hoje (17), deve ter início às 18h e será transmitida ao vivo através do canal do SINASEFE MT no Youtube (https://www.youtube.com/sinasefemt).  

Saiba Mais

HOME / NOTÍCIAS

Terça-Feira, 18 de Agosto de 2020, 20h07   (Atualizada 18/08/2020 às 20:07)

Judicialização da eleição do CONSUP é aprovada em assembleia

COM AMPLA MAIORIA

Os servidores do SINASEFE/MT aprovaram ontem à noite (17) a judicialização das eleições do CONSUP (Conselho Superior do Instituto Federal de Mato Grosso). Em assembleia, docentes e técnicos-administrativos do IFMT chegaram à conclusão de que a escolha dos representantes de todos os segmentos da instituição para compor o mais alto conselho deliberativo do instituto estava sendo feita de maneira imprudente e com pouca garantia de transparência no processo eleitoral. 

 

De acordo com uma denúncia recebida pelo sindicato em março (mês em que a eleição seria realizada, mas que, devido a pandemia foi adiada por tempo indeterminado) e realizada por um técnico em informação, o sistema onde seria realizada a votação online (SUAP) – geralmente utilizado para abrir processos eletrônicos, registrar diplomas, enviar relatório, dentre outras ações administrativas – não seria seguro o suficiente, pois poderia não resguardar o sigilo do voto e impossibilitaria auditoria no processo eleitoral, caso houvesse suspeita de fraude.  

 

A assessoria jurídica do sindicato enviou um e-mail no dia 18 de março para a comissão eleitoral responsável pelo pleito manifestando a denúncia, porém, até o presente momento, nenhuma resposta sobre o fato foi reportada ao SINASEFE/MT. 

 

Fernanda Vaucher de Oliveira, assessora jurídica do sindicato, reforça “buscamos a garantia da realização de eleições seguras. Sendo assim, o jurídico, com respaldo na decisão da assembleia, pela omissão da comissão eleitoral em fornecer esclarecimentos quanto a validade da identidade do eleitor, segurança e inviolabilidade do voto, irá recorrer ao judiciário visando a anulação do pleito”. 

 

Além destas razões que levam à suspeição do processo eleitoral, o sindicato também reforça que propuseram uma eleição sem debates, apenas baseada em promessas dos candidatos e sem a efetiva participação dos discentes, já que estes receberam somente na véspera da eleição as instruções para acessar o sistema e depositar o voto online. 

 

Após mais de quatro meses de inatividade do calendário, sem avisos prévios, um ato do CODIR determinou o seu retorno. Numa deliberação do CODIR (Colégio de Dirigentes do IFMT), cujo estatuto prevê apenas que o seu caráter seja consultivo, o calendário da instituição foi retomado e as eleições para o CONSUP também. 

 

Por mais que se busque entender, não parece ser possível encontrar motivos que justifiquem essa retomada. No documento, determina-se o retorno do calendário a partir do dia primeiro de agosto; as eleições do CONSUP, por sua vez, ficaram previstas para pouco mais de quinze dias após esse retorno.  

Essa pressa em realizar a votação, em conjunto com a impossibilidade de realização de atividades presenciais, fez com que muitas etapas do processo eleitoral fossem perdidas. Em primeiro lugar, propôs-se uma eleição sem debates, com divulgação dos candidatos e de suas propostas por e-mail e redes sociais. Soma-se a isso a sobrecarga de trabalho para muitos servidores, tendo em vista a necessidade de cumprimento de prazos estabelecidos de acordo com o novo calendário. Ou seja, além da urgência e da utilização de meios não tão democráticos de divulgação, não há tempo hábil para que vários servidores analisem as propostas dos candidatos de forma adequada”, declarou Maria Oseia Bier, professora do campus Alta Floresta e coordenadora geral do SINASEFE/MT. 

 

Para o servidor técnico-administrativo Jelder Pompeo de Cerqueira, que também é coordenador geral do sindicato, “o pedido de esclarecimento surgiu de um parecer técnico que apontava uma possível possibilidade de identificação do voto. Diante da falta de resposta, e atropelos que o processo eleitoral está tendo, principalmente com o voto discente, os presentes na assembleia decidiram por intervir no processo para resguardar a democracia interna do IFMT”. 

 

A preocupação com a defesa da democracia no instituto também é ressaltada pelo diretor regional da Fenet (Federação Nacional dos Estudantes em Ensino Médio), Miguel Boter. “Parafraseando Fernando Sabino, a democracia é oportunizar o mesmo ponto de partida, quando disponibilizado o ‘Tutorial os estudantes acessarem o SUAP’ as vésperas da eleição do principal conselho da instituição, tiram o mesmo ponto de partida do discente. Defender o pleito igualitário é defender a forma democrática da participação do estudante, participação de forma ativa. Esperamos que não se esqueçam de uns valores do IFMT, cujo lembrarei alguns, Legalidade, transparência e comprometimento”. 

Fonte: Assessoria
Voltar

COMENTAR A NOTÍCIA

Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - MT
Rua Marechal Floriano Peixoto, 97. CEP: 78.005-210. Cuiabá-MT
(65) 3358-3171 - (65) 99234-1887.   CNPJ:03.658.820/0010-54.  sinasefemt@sinasefemt.org.br
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados
WEB SITE DESENVOLVIDO E HOSPEDADO POR: MRX WEB SITE - WWW.MRXWEB.COM.BR