OUVIDORIA DO SINDICATO
CONTATO
SOBRE
HOME

Dia 30 é dia de luta

Dia 30 é dia de luta

Na próxima quarta-feira (30), entidades sindicais de todo o país saem às ruas para protestar contra a Reforma Administrativa. A PEC 32/2020 é encarada pelas organizações sindicais como um verdadeiro desmonte aos serviços públicos que propõe o fim da estabilidade, a redução do piso salarial, extingue carreiras e reduz postos de trabalho. 

Saiba Mais
Carta aberta das seções sindicais do SINASEFE aos servidores públicos e demais trabalhadores

Carta aberta das seções sindicais do SINASEFE aos servidores públicos e demais trabalhadores

As seções sindicais do SINASEFE em Mato Grosso – seções Cáceres, Mato Grosso, Rondonópolis e São Vicente – não poderiam deixar de conversar com os servidores públicos e os trabalhadores em geral sobre as graves ameaças que pairam sobre a classe trabalhadora.

Saiba Mais
Seções sindicais se reúnem com a Reitoria e discutem sobre atividades remotas e retorno presencial

Seções sindicais se reúnem com a Reitoria e discutem sobre atividades remotas e retorno presencial

As seções sindicais do SINASEFE em Mato Grosso encaminharam um ofício à Reitoria e conseguiram discutir durante uma reunião com o Reitor, no dia 09 de setembro, diversos questionamentos que não haviam sido respondidos desde os encontros realizados anteriormente.  

Saiba Mais
Professores e técnicos do IFMT têm aulas e eventos invadidos por hackers

Professores e técnicos do IFMT têm aulas e eventos invadidos por hackers

Ministrar aulas remotas ou realizar lives em plataformas de streaming não tem sido tarefa fácil. Além do desgaste físico e emocional causado pela maior pandemia da história recente, professores e técnicos administrativos do Instituto Federal de Mato Grosso têm sofrido ataques nas salas virtuais onde as atividades são realizadas ao vivo.

Saiba Mais
Todo apoio à greve dos trabalhadores e trabalhadoras dos Correios

Todo apoio à greve dos trabalhadores e trabalhadoras dos Correios

Desde o dia 17 de agosto, os trabalhadores e trabalhadoras da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) estão em Greve Nacional lutando pelos seus direitos laborais, salários, empregos e pela não privatização da estatal. Bolsonaro e seu mandatário na empresa, o general da reserva Floriano Peixoto, desejam excluir 70 cláusulas, das 79 existentes, no Acordo Coletivo entre a empresa e seus trabalhadores.  

Saiba Mais

HOME / NOTÍCIAS

Segunda-Feira, 16 de Março de 2020, 21h45   (Atualizada 16/03/2020 às 21:45)

Sindicato envia carta aberta à Reitoria e cobra providências a respeito do COVID-19

COVID-19

As seções Mato Grosso, Cáceres e Rondonópolis enviaram uma carta aberta à Reitoria do Instituto Federal de Mato Grosso e solicitaram um Plano de Contingência em face da propagação do vírus que vem se disseminando em todo mundo. Até hoje (16), o novo Coronavírus (COVID-19) já fez 234 vítimas em todo Brasil e há 1 caso potencialmente suspeito em Mato Grosso, haja vista que o cidadão de 48 anos esteve na Itália recentemente.

 

 

É de suma importância reforçar que o acesso à saúde é essencial e todas as vidas importam, por isso, o SINASEFE solicita à Reitoria do IFMT que suspenda todas as atividades letivas e administrativas da Instituição, liberando docentes, técnicos-administrativos, trabalhadores terceirizados e estudantes pelo tempo que se fizer necessário.

 

 

Ressalta ainda que este tempo de afastamento das atividades não seja interpretado como férias e nem exigida a reposição das aulas e horas do referido período, visto que a situação descrita é de pandemia e não decorre culpa e nem responsabilidade dos servidores.

 

Leia a íntegra abaixo:

 

Carta Aberta À Reitoria do Instituto Federal de Mato Grosso -  IFMT

 

Magnífico Reitor Prof. Me. Willian Silva de Paula,

 

 

O SINDICATO NACIONAL DOS SERVIDORES FEDERAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA, PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA  -  SINASEFE vem,  respeitosamente, perante Vossa Magnificência, dizer e requerer o que segue:

 

É de amplo conhecimento a pandemia do Corona vírus, que se alastra de maneira exponencial e de forma assustadora, já tendo atingido o Brasil.

 

A Organização Mundial de Saúde, no dia de 11 de março de 2020, classificou a situação global como pandemia do Covid-19, requerendo que os países redobrem o comprometimento em favor da saúde pública.

 

Diante disso, diversos estados,  municípios e órgãos públicos federais, considerando a gravidade da situação e devido à necessidade de  se estabelecer um plano de resposta a esse evento e, também, para estabelecer a estratégia de acompanhamento e suporte dos casos suspeitos  e confirmados, elaboraram o Plano de Contingência: adoção urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, a  fim de evitar a disseminação da doença.

 

Para  tanto, suspenderam eventos e qualquer natureza, acesso de pessoas a determinados  locais públicos, como nas câmaras dos deputados,atividades educacionais em escolas, universidades, institutos federais e faculdades, das redes de ensino públicas e privadas, bem como restrições a bares e restaurantes, com determinações quanto ao distanciamento de mesas.

 

Deve-se considerar que a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantida mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos, bem como acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação, na forma do artigo 196  da Constituição Federal da República. Saúde é essencial e todas as vidas importam.

 

Em razão disso, torna-se imprescindível que este  Instituto Federal, também, imediatamente, suspenda todas atividades letivas e administrativas, liberando os servidores docentes, técnico-administrativos, trabalhadores terceirizados e estudantes pelo prazo que se fizer necessário.

 

Ressalte-se ainda que é fundamental que  não  seja considerado como férias e nem exigida a reposição das aulas e horas do referido período, visto que a situação  descrita não decorre de culpa e nem responsabilidade dos servidores.

 

Não há, portanto, razão de ser para nenhuma retaliação, perseguição ou punição em função de um problema de saúde pública.

 

Certos de sua pronta compreensão e atendimento, reiteramos os protestos de estima e consideração.

 

Respeitosamente,

 

SINASEFE – seção MT

SINASEFE – seção Cáceres

SINASEFE – seção Rondonópolis

Fonte: Assessoria
Voltar

COMENTAR A NOTÍCIA

Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - MT
Rua Marechal Floriano Peixoto, 97. CEP: 78.005-210. Cuiabá-MT
(65) 3358-3171 - (65) 99234-1887.   CNPJ:03.658.820/0010-54.  sinasefemt@sinasefemt.org.br
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados
WEB SITE DESENVOLVIDO E HOSPEDADO POR: MRX WEB SITE - WWW.MRXWEB.COM.BR