OUVIDORIA DO SINDICATO
CONTATO
SOBRE
HOME

STF proíbe a redução salarial de servidores

STF proíbe a redução salarial de servidores

Na última quarta-feira (24), o Supremo Tribunal Federal declarou inconstitucionalidade ao dispositivo da Lei de Responsabilidade Fiscal que permitia à Administração Pública reduzir salários e jornada de trabalho dos servidores públicos. 

Saiba Mais
Racismo, branquitude, capitalismo dependente e fascismo são debatidos no Conversa de Classe

Racismo, branquitude, capitalismo dependente e fascismo são debatidos no Conversa de Classe

Diante dos recentes acontecimentos de violência policial sofridas por pessoas negras a nível nacional e mundial, se fez necessário debater ainda mais o racismo. 

Saiba Mais
Nota de Repúdio

Nota de Repúdio

A Frente Popular em Defesa do Serviço Público e de Solidariedade ao Enfrentamento à Covid-19 manifesta seu mais profundo repúdio à ação difamatória e de assédio moral coletivo da Prefeitura de Cuiabá que, a pretexto de realizar vistoria, violou os armários dos trabalhadores no Hospital de Referência para Covid-19 e os expôs a situação vexatória com acusações não comprovadas de retenção de EPI e extravio de forma ilícita, de forma vertical aplicando penalidades.

Saiba Mais
Conversa de Classe debate o racismo na próxima terça-feira (23)

Conversa de Classe debate o racismo na próxima terça-feira (23)

O próximo tema a ser debatido pelo projeto Conversa de Classe é o RACISMO. O tema é tão extenso que decidimos dividi-lo em 2 lives: a primeira será sobre "Racismo, branquitude, capitalismo dependente e 'fascismo nosso de cada dia'" e acontece na próxima terça (23), às 19h (horário de Mato Grosso) e 20h (horário de Brasília).

Saiba Mais
Projeto de extensão promove debates online durante a quarentena

Projeto de extensão promove debates online durante a quarentena

Uma iniciativa de servidores e estudantes do IFMT – campus São Vicente está gerando impactos positivos neste período de quarentena, isolamento social e suspensão das atividades presenciais nas unidades de ensino de todo o país.

Saiba Mais

HOME / NOTÍCIAS

Quinta-Feira, 14 de Novembro de 2019, 17h38   (Atualizada 14/11/2019 às 17:38)

Sindicato pede esclarecimentos urgentes sobre convocação irregular de servidores

ARBITRÁRIO

O SINASEFE/MT solicitou ontem (13), à Reitoria do Instituto Federal de Mato Grosso, esclarecimentos acerca de convocações extraordinárias e irregulares realizadas no campus Sinop. Em duas ocasiões, a administração do campus emitiu comunicados convocando os servidores da instituição para a realização de atividades que não são de sua competência.

 

No primeiro ofício protocolado, o sindicato solicita providências urgentes quanto à participação de todos os servidores na organização e aplicação de provas do processo seletivo que será realizado neste domingo (17).

 

Um e-mail enviado às 19h54 da segunda-feira (11), convoca todos os servidores da instituição para a realização de atividades fora da jornada e do local de trabalho.  De acordo com o corpo do e-mail, todos os servidores da instituição deveriam estar no sábado (16), pós-feriado nacional, às 13h, no campus para ajudar na organização do local para a realização do processo seletivo.

 

Diz ainda que no sábado (16), os servidores iriam até à Escola Estadual Ênio Pipino emprestar e auxiliar no transporte de mesas e cadeiras da instituição e que estes materiais deveriam ser entregues no domingo (17) após a realização das provas.

 

Já no domingo (17), o horário inicial dos trabalhos dos servidores seria às 12h, com uma reunião entre os fiscais de prova onde seriam repassadas algumas orientações do Departamento da Política de Ingresso.

 

Como se já não fosse suficiente, o e-mail ainda solicita a contribuição de R$ 5,00 (cinco reais) por servidor para que um lanche fosse providenciado aos que participarem do processo seletivo.

 

O SINASEFE/MT repudia toda a ação de coerção à atividade laboral fora da jornada de trabalho e que não fazem parte das respectivas atribuições dos servidores. Além disso, a entidade reforça o pedido de que providências urgentes sejam tomadas para que o comunicado convocatório seja esclarecido e que professores e técnicos administrativos não sejam obrigados a exercerem funções que destoem da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB).

 

Outro caso semelhante aconteceu no mesmo campus. Em uma convocação, a Direção-Geral do campus avançado Sinop, ordenou o comparecimento de todos os professores e técnicos administrativos da instituição na cerimônia de certificação dos cursos técnicos subsequentes ao Ensino Médio. A cerimônia será realizada hoje (14), a partir das 19h, no auditório do campus.

 

Acontece que não se pode obrigar todo o corpo técnico e docente a comparecer a uma cerimônia, mesmo que eles estejam lotados no mesmo campus. No ofício também protocolado ontem (13), o sindicato pede a revisão da convocação e esclarecimentos acerca da arbitrariedade.

 

 O sindicato reafirma sua posição como instrumento de luta da classe trabalhadora e se coloca à disposição dos servidores para garantia e manutenção de seus direitos.

Fonte: Assessoria
Voltar

COMENTAR A NOTÍCIA

Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - MT
Rua Marechal Floriano Peixoto, 97. CEP: 78.005-210. Cuiabá-MT
(65) 3358-3171 - (65) 99234-1887.   CNPJ:03.658.820/0010-54.  sinasefemt@sinasefemt.org.br
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados
WEB SITE DESENVOLVIDO E HOSPEDADO POR: MRX WEB SITE - WWW.MRXWEB.COM.BR