OUVIDORIA DO SINDICATO
CONTATO
SOBRE
HOME

Nova comissão eleitoral é eleita em assembleia

Nova comissão eleitoral é eleita em assembleia

A assembleia de escolha foi transmitida ao vivo pelo YouTube e também contou com a presença in loco dos representantes das unidades do interior do estado que foram eleitos em suas respectivas assembleias especialmente para debater esta pauta

Saiba Mais
Servidores podem ter contribuição extra e alíquota maior

Servidores podem ter contribuição extra e alíquota maior

Objetivo é adotar regras rígidas para enfrentar o rombo nas contas do governo federal, estados e municípios

 

Saiba Mais
Assembleia para escolha de nova comissão eleitoral já tem data definida

Assembleia para escolha de nova comissão eleitoral já tem data definida

Após consultar todas as unidades vinculadas à Seção Sindical Mato Grosso e concluir a rodada de assembleias, a Diretoria Executiva do SINASEFE/MT informa a todos os servidores do IFMT que um novo processo eleitoral será deflagrado.

Saiba Mais
Assembleia para escolha de nova Comissão Eleitoral será em fevereiro

Assembleia para escolha de nova Comissão Eleitoral será em fevereiro

A Diretoria Executiva do SINASEFE Seção Sindical Mato Grosso informa a todos os servidores e demais interessados que uma assembleia será realizada na primeira quinzena de fevereiro para tratar especificamente da eleição da nova Comissão Eleitoral.

Saiba Mais
Confira o resumo do Encontro Regional Centro-Oeste

Confira o resumo do Encontro Regional Centro-Oeste

O Encontro Regional Centro-Oeste aconteceu entre os dias 14 e 16 de dezembro, em Goiânia (GO)

Saiba Mais

HOME / NOTÍCIAS

Quinta-Feira, 30 de Agosto de 2018, 19h08   (Atualizada 30/08/2018 às 19:08)

Adicional de 25% deve ser pago a todo aposentado que precise da ajuda permanente de terceiros

INSS

A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ), seguindo o voto-vista da ministra Regina Helena Costa, que lavrará o acórdão, decidiu por maioria de cinco a quatro que, comprovada a necessidade de auxílio permanente de terceira pessoa, é devido o acréscimo de 25% em todas as modalidades de aposentadoria pagas pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A assistência é prevista no artigo 45 da Lei 8.213/1991 apenas para as aposentadorias por invalidez e se destina a auxiliar as pessoas que precisam da ajuda permanente de terceiros.

 

Ao julgar recurso repetitivo (Tema 982) sobre o assunto, a seção fixou a seguinte tese: "Comprovada a necessidade de assistência permanente de terceiro, é devido o acréscimo de 25%, previsto no artigo 45 da Lei 8.213/1991, a todas as modalidades de aposentadoria.”

 

Vulnerabilidade

 

Durante o julgamento, a Ministra Regina Helena Costa destacou que a situação de vulnerabilidade e necessidade de auxílio permanente pode acontecer com qualquer segurado do INSS. “Não podemos deixar essas pessoas sem amparo”, afirmou.

 

A ministra ressaltou ainda que o pagamento do adicional cessará com a morte do aposentado, o que confirma o caráter assistencial do acréscimo. O acréscimo de 25% sobre o valor da aposentadoria deve ser pago ainda que a pessoa receba o limite máximo legal fixado pelo INSS (teto), conforme previsto em lei.

 

Para Regina Helena Costa, a fixação do entendimento pelo STJ atende a um pedido da segunda instância, para uniformização da interpretação da lei federal.

 

A tese fixada em recurso repetitivo terá aplicação em todas as instâncias da Justiça. Em todo o Brasil, 769 processos estavam suspensos aguardando a decisão do STJ.

 

Processos relacionados: REsp 1720805 e REsp 1648305

Fonte: Superior Tribunal de Justiça
Voltar

COMENTAR A NOTÍCIA

Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - MT
Rua Marechal Floriano Peixoto, 97. CEP: 78.005-210. Cuiabá-MT
(65) 3358-3171 - (65) 99804-0518.   CNPJ:03.658.820/0010-54.  sinasefemt@sinasefemt.org.br
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados
WEB SITE DESENVOLVIDO E HOSPEDADO POR: MRX WEB SITE - WWW.MRXWEB.COM.BR