OUVIDORIA DO SINDICATO
CONTATO
SOBRE
HOME

Nova comissão eleitoral é eleita em assembleia

Nova comissão eleitoral é eleita em assembleia

A assembleia de escolha foi transmitida ao vivo pelo YouTube e também contou com a presença in loco dos representantes das unidades do interior do estado que foram eleitos em suas respectivas assembleias especialmente para debater esta pauta

Saiba Mais
Servidores podem ter contribuição extra e alíquota maior

Servidores podem ter contribuição extra e alíquota maior

Objetivo é adotar regras rígidas para enfrentar o rombo nas contas do governo federal, estados e municípios

 

Saiba Mais
Assembleia para escolha de nova comissão eleitoral já tem data definida

Assembleia para escolha de nova comissão eleitoral já tem data definida

Após consultar todas as unidades vinculadas à Seção Sindical Mato Grosso e concluir a rodada de assembleias, a Diretoria Executiva do SINASEFE/MT informa a todos os servidores do IFMT que um novo processo eleitoral será deflagrado.

Saiba Mais
Assembleia para escolha de nova Comissão Eleitoral será em fevereiro

Assembleia para escolha de nova Comissão Eleitoral será em fevereiro

A Diretoria Executiva do SINASEFE Seção Sindical Mato Grosso informa a todos os servidores e demais interessados que uma assembleia será realizada na primeira quinzena de fevereiro para tratar especificamente da eleição da nova Comissão Eleitoral.

Saiba Mais
Confira o resumo do Encontro Regional Centro-Oeste

Confira o resumo do Encontro Regional Centro-Oeste

O Encontro Regional Centro-Oeste aconteceu entre os dias 14 e 16 de dezembro, em Goiânia (GO)

Saiba Mais

HOME / NOTÍCIAS

Segunda-Feira, 27 de Agosto de 2018, 12h13   (Atualizada 27/08/2018 às 12:13)

Servidor público com jornada superior a 40 horas semanais tem direito ao pagamento de hora extra

DIREITO RECONHECIDO

A 1ª Turma do TRF 1ª Região, por unanimidade, negou provimento à apelação interposta pela União contra sentença proferida pelo Juízo da 7ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal, que a condenou a limitar a jornada semanal do requerente, servidor público, em 40 horas e lhe reconheceu o direito ao pagamento das parcelas não pagas do adicional de serviço extraordinário.

 

Em suas razões, a União alegou que no caso de jornada 12x36, a realização de serviço extraordinário deve ser apurada com base mensal e não semanal; que não existe situação excepcional, mas fixação de jornada mais favorável ao servidor. Aduziu que não existe autorização para a realização de serviço extraordinário.

 

Ao analisar o caso, o relator, juiz federal convocado Ciro José Andrade, ressaltou que a Constituição determina que a jornada de trabalho dos servidores da Administração Pública Federal direta, das autarquias e das fundações públicas federais será de oito horas diárias e carga horária de 40 horas semanais, para os ocupantes de cargos de provimento efetivo, exceto nos casos previstos em lei específica.

 

Entendeu o magistrado que, como demonstrado dos autos e reconhecidamente comprovado, o autor de fato trabalhou no período não prescrito no regime de 12 horas de trabalho por 36 horas de descanso, o que resultou na superação do limite máximo semanal de 40 horas. “Diferente seria se houvesse a instituição de regime de compensação de horários, que previsse a compensação das horas semanais excedentes a 40, o que não ficou demonstrado nos autos. Assim, o autor faz jus ao recebimento das horas extras nos termos da sentença”.

 

Processo relacionado: 0017272-41.2011.4.01.3400/DF

Fonte: TRF 1ª Região
Voltar

COMENTAR A NOTÍCIA

Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - MT
Rua Marechal Floriano Peixoto, 97. CEP: 78.005-210. Cuiabá-MT
(65) 3358-3171 - (65) 99804-0518.   CNPJ:03.658.820/0010-54.  sinasefemt@sinasefemt.org.br
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados
WEB SITE DESENVOLVIDO E HOSPEDADO POR: MRX WEB SITE - WWW.MRXWEB.COM.BR