OUVIDORIA DO SINDICATO
CONTATO
SOBRE
HOME

SINASEFE/MT convoca servidores para participar de Assembleia Geral

SINASEFE/MT convoca servidores para participar de Assembleia Geral

Entre as pautas a serem debatidas está a  nova eleição para Diretoria Executiva e Conselho Fiscal do Sinasefe Seção MT e a eleição de uma comissão de ética para apurar a denúncia da assembleia do dia 02/04/2018.

Saiba Mais
Servidores do IFMT participam da 155ª Plenária do SINASEFE

Servidores do IFMT participam da 155ª Plenária do SINASEFE

Na pauta do encontro, estiveram presentes debates sobre gênero, revogação da reforma do Ensino Médio, luta contra a aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), conjuntura política e suas implicações para os servidores públicos.

Saiba Mais
12 anos da Lei Maria da Penha: Brasil ainda é o 5º no ranking da violência contra as mulheres

12 anos da Lei Maria da Penha: Brasil ainda é o 5º no ranking da violência contra as mulheres

Em 2001, a Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (CIDH/OEA) condenou o Brasil por omissão, negligência e tolerância em relação a crimes contra os direitos humanos das mulheres.

Saiba Mais
Cortes feitos pelo governo Temer no Orçamento ameaçam paralisar bolsas e pesquisas da Capes

Cortes feitos pelo governo Temer no Orçamento ameaçam paralisar bolsas e pesquisas da Capes

Em nota divulgada na quarta-feira (1), a Capes (Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) fez um alerta preocupante: os cortes no Orçamento da União de 2019, feitos pelo governo Temer, vão paralisar a concessão de bolsas de estudo e a pesquisa científica no país.

Saiba Mais
Foco da 155ª Plenária Nacional do SINASEFE será o fortalecimento da Rede Federal de Ensino

Foco da 155ª Plenária Nacional do SINASEFE será o fortalecimento da Rede Federal de Ensino

Além do fortalecimento da rede, a 155ª PLENA ainda prevê debates sobre gênero, conjuntura, Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e aprovação das resoluções do 1º Encontro de Comunicação do SINASEFE.

Saiba Mais

HOME / NOTÍCIAS

Sexta-Feira, 23 de Fevereiro de 2018, 18h19   (Atualizada 23/02/2018 às 18:19)

MEC quer acabar com educação de qualidade nos Institutos Federais para adotar o Novo Ensino Médio

SUCATEAMENTO

Representantes de nove Institutos Federais foram convocados pelo Ministério da Educação (MEC) para uma reunião nesta sexta-feira (23), em Brasília – DF, com o intuito debater a implantação da Reforma do Ensino Médio em suas unidades de ensino.

 

Por meio da Secretaria de Educação Básica (SEB) e da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (SETEC), o governo Temer busca pressionar alguns Institutos Federais a se adequar, em caráter de projeto piloto, às novas regras definidas pela MP 805, que estabelece o “Novo Ensino Médio”.

 

De acordo com o apurado pelo Andes-SN, os institutos chamados pelo MEC para esta reunião foram: Goiás (IFG), Paraná (IFPR), Espírito Santo (IFES), Sertão de Pernambuco (IFSertãoPE), Amazonas (IFAM), Mato Grosso do Sul (IFMS), Paraíba (IFPB), Santa Catarina (IFSC) e Triângulo Mineiro (IFTM).

 

Em contraposição à proposta do governo, servidores públicos, intelectuais e entidades ligadas à educação, através do Manifesto “Em defesa do Ensino Médio Integrado e da Rede Federal de EPCT”, lançado no último dia 20 de fevereiro, rejeitaram as mudanças que implicam no fim do Ensino Integrado nos Institutos Federais.

 

“Preocupa-nos, o fim do Ensino Médio Integrado, único modelo já adotado no Brasil que foi capaz de, em poucos anos, colocar a educação pública entre os países de primeiro mundo”, afirma trecho do manifesto.

 

O documento também critica o caráter da reunião, que fere as instâncias representativas constituídas pelos dirigentes dos Institutos Federais, fragmenta a Rede Federal e busca criar um balcão de negócios com Reitores para a implantação de um modelo de ensino amplamente rejeitado pelo Conif e pela base dos servidores da Rede Federal.

 

“Sendo o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), uma instância de discussão, proposição e promoção de políticas de desenvolvimento da formação profissional e tecnológica, pesquisa e inovação, cujos objetivos são a valorização, o fortalecimento e a consolidação das 41 instituições congregadas e responsável por dar suporte, orientar e respaldar a Rede, com a participação dos Dirigentes Máximos de todos os IFs, por quais motivos a SEB/SETEC/MEC, ignorou este conselho e abordou diretamente alguns IFs?”, prossegue o manifesto.

 

Sobre esse tema, o Sintietfal publicou na oitava edição de seu informativo bimestral uma entrevista com a professora de História e mestra em Educação brasileira, Ana Luíza Porto. Para ela, é fundamental que os Institutos Federais resistam à investida do governo e mantenham-se ofertando uma educação de qualidade, referência para o país.

 

“Os IFs vão defender a manutenção desse modelo que existe hoje. Isso, por um lado, reforça um elitismo que existe na escola, mas, ao mesmo tempo, mantém algo que tem dado certo. Acredito que resistir com o formato atual facilita mais à frente fazer o resgate de uma educação de qualidade se tivermos ainda um modelo não desestruturado em vigor”, afirmou a professora fazendo referência à defesa do ensino integrado frente à proposta de reforma do ensino médio. Segundo ela, essa foi uma das mais importantes resoluções do Seminário Nacional de Ensino Médio Integrado, realizado pelo Conif em setembro de 2017.

 

Confira aqui o Primeiro Manifesto de 2018 em defesa do Ensino Médio Integrado e da Rede Federal de EPCT.

Fonte: SINTIETFAL
Voltar

COMENTAR A NOTÍCIA

Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - MT
Rua Marechal Floriano Peixoto, 97. CEP: 78.005-210. Cuiabá-MT
(65) 3358-3171 - (65) 99804-0518.   CNPJ:03.658.820/0010-54.  sinasefemt@sinasefemt.org.br
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados
WEB SITE DESENVOLVIDO E HOSPEDADO POR: MRX WEB SITE - WWW.MRXWEB.COM.BR