OUVIDORIA DO SINDICATO
CONTATO
SOBRE
HOME

Governo Temer perde votação e ataques aos serviços públicos são barrados

Governo Temer perde votação e ataques aos serviços públicos são barrados

O Governo Temer saiu derrotado da votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias, ocorrida na noite desta quarta-feira, 11 de julho. Parlamentares cederam à pressão dos servidores públicos e retiraram da LDO 2019 a redução de 10% das verbas de custeio e a proibição de reajuste salarial, contratação de novos servidores e reestruturação de carreira.

Saiba Mais
Comunicado sobre a telefonia

Comunicado sobre a telefonia

O SINASEFE/MT comunica a todos os servidores do Instituto Federal de Mato Grosso que as redes de telefonia e internet do sindicato estão passando por problemas de cunho técnico e não estão funcionando no momento.

Saiba Mais
PLDO 2019: SINASEFE na luta em defesa dos serviços e dos servidores públicos

PLDO 2019: SINASEFE na luta em defesa dos serviços e dos servidores públicos

O SINASEFE esteve presente, na manhã de hoje (10/07), numa reunião entre entidades sindicais e parlamentares do Partido dos Trabalhadores (PT), que teve por objetivo organizar a luta e a pressão sobre deputados e senadores em torno da votação do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) para o exercício de 2019.

Saiba Mais
Orçamento de 2019 exclui reajuste salarial para servidores públicos

Orçamento de 2019 exclui reajuste salarial para servidores públicos

Relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias explicou que é preciso adotar medidas "não simpáticas" para diminuir as despesas para o próximo governo

 

 

Saiba Mais
Cármen Lúcia suspende obrigação de pagamento do piso para professores do estado do Pará

Cármen Lúcia suspende obrigação de pagamento do piso para professores do estado do Pará

 O pagamento de um valor mínimo para os professores é lei desde 2008. O piso nacional do magistério é atualmente R$ 2.455,35, para jornada de 40 horas semanais.

Saiba Mais

HOME / NOTÍCIAS

Domingo, 14 de Janeiro de 2018, 00h17   (Atualizada 14/01/2018 às 00:17)

SINASEFE MT repudia extinção de mais de 60 mil cargos do serviço público

DECRETO 9.262/18
Seção Monte Castelo

O SINASEFE/MT, assim como a Seção Monte Castelo, e demais Seções Sindicais do SINASEFE, repudia veementemente as ações do governo Temer de extinguir, na calada da noite, mais de 60 mil cargos dos TAE, atingindo técnicos das IF's.


Os ataques não cessam. Dia após dia, o governo ilegítimo fere de morte os direitos dos trabalhadores públicos e celetistas.


Não devemos aceitar calados. Nossa luta vai continuar e ela é por NENHUM direito a menos!

 

FORA TEMER!

 

Confira abaixo a Nota de Repúdio divulgada pela Seção Monte Castelo a respeito do Decreto 9.262/18, já publicado no Diário Oficial da União, que, entre outros efeitos, extingue cargos da carreira dos TAE:

 

NOTA DE REPÚDIO

 

A Seção Monte Castelo do SINASEFE – Sindicato Nacional – manifesta seu MAIS VEEMENTE REPÚDIO ante ao anúncio do corte de mais de 60 mil cargos do serviço público pelo presidente Temer que, dia após dia, não se cansa de atacar a sociedade brasileira, destruindo seu patrimônio, atacando seus direitos e procurando reduzir a pó conquistas históricas e avanços obtidos através de muita luta.

 

A medida consta no Decreto 9.262/2018, ou seja: mais uma canetada, praticamente na calada da noite, sem a observância de uma tramitação transparente e submetida aos outros poderes e à sociedade, como deve, obrigatoriamente, ser observado nas sociedades democráticas.

 

Além disso, REPUDIAMOS A SÓRDIDA CAMPANHA MIDIÁTICA, que procura vender como modernização, melhora da economia e otimização da Administração Pública algo que não passa de um DESMANCHE, que vai prejudicar não apenas o trabalhador do serviço público, mas aquele que faz uso dos serviços, notadamente a população mais carente do país.

 

De pronto, anunciamos nossa insurgência contra mais esta medida, que passa a ser alvo de nossas mobilizações, e contra a qual lutaremos, assim como vimos lutando contra a reforma da Previdência, reforma Trabalhista, e outros ataques direcionados aos trabalhadores.

 

Esses cortes previstos no Decreto, é bom lembrar, atingem em cheio o serviço prestado nos Institutos Federais e seus servidores, extinguindo vários cargos previstos no PCCTAE (Plano de Carreira dos Cargos Técnicos-Administrativos em Educação).

 

Dessa forma, atinge os técnicos do IFMA, onde labutamos diariamente para prestar serviço na área da Educação Pública e Gratuita, cuja Qualidade é reconhecida, a exemplo das demais unidades da rede federal (inclusive internacionalmente), que vem sendo alvo de ataques praticamente diários do presidente, a quem avisamos: VAI TER LUTA!

 

São Luís, 12 de janeiro de 2018

 

A Diretoria do SINASEFE SEÇÃO MONTE CASTELO

Fonte: Assessoria / Seção Monte Castelo
Voltar

COMENTAR A NOTÍCIA

Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - MT
Rua Marechal Floriano Peixoto, 97. CEP: 78.005-210. Cuiabá-MT
(65) 3358-3171 - (65) 99804-0518.   CNPJ:03.658.820/0010-54.  sinasefemt@sinasefemt.org.br
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados
WEB SITE DESENVOLVIDO E HOSPEDADO POR: MRX WEB SITE - WWW.MRXWEB.COM.BR