OUVIDORIA DO SINDICATO
CONTATO
SOBRE
HOME

I Seminário de Educação Profissional e Tecnológica é realizado em Cuiabá

I Seminário de Educação Profissional e Tecnológica é realizado em Cuiabá

Nos dias 08 e 09 de novembro, os servidores do IFMT participaram de rodas de conversa dirigidas por Gaudêncio Frigotto e Fábio Bezerra. O evento aconteceu no auditório do SINTEP-MT, em Cuiabá. 

Saiba Mais
Boletim Semanal 587 está disponível

Boletim Semanal 587 está disponível

Destacando a importância de manter a cabeça erguida diante das notícias desalentadoras, a edição aborda a necessidade de retomar o diálogo cotidiano com os trabalhadores, defendendo a educação pública e de qualidade oferecida na Rede Federal.

Saiba Mais
Seminário vai discutir a defesa da Rede Federal de Educação Tecnológica

Seminário vai discutir a defesa da Rede Federal de Educação Tecnológica

Nos dias 08 e 09 de novembro, o SINASEFE/MT vai promover o I Seminário de Educação Profissional e Tecnológica. O evento será realizado no auditório do Sintep-MT, em Cuiabá

Saiba Mais
Servidores e estudantes do IFMT lançam manifesto em defesa da Rede Federal de Ensino

Servidores e estudantes do IFMT lançam manifesto em defesa da Rede Federal de Ensino

Leia a carta manifesto redigida, em conjunto, por servidores e estudantes do Instituto Federal de Mato Grosso

Saiba Mais
Saiba como identificar e não se deixar enganar pelas mentiras e desinformação das “Fake News”

Saiba como identificar e não se deixar enganar pelas mentiras e desinformação das “Fake News”

Além da polarização política que marca as eleições deste ano no Brasil, estudiosos tem apontado que o uso das redes sociais e sua influência no processo eleitoral também é destaque. Mas, mais do que o uso dos aplicativos em si, o que chama a atenção é a disseminação indiscriminada de notícias falsas, as chamadas “Fake News”

Saiba Mais

HOME / NOTÍCIAS

Segunda-Feira, 04 de Dezembro de 2017, 17h33   (Atualizada 04/12/2017 às 17:33)

Manifestação em Cuiabá é mantida

GREVE GERAL

Os servidores públicos de Mato Grosso não recuaram!

 

Haverá um grande Ato Unificado em defesa da Previdência e contra a Reforma Trabalhista amanhã (05/12), em Cuiabá, na Praça Alencastro, com concentração a partir das 15h.

 

O SINASEFE/MT convoca você, trabalhador, a participar dessa luta!

 

Principais perdas para os trabalhadores

 

Perda no valor da aposentadoria

 

A nova proposta vai diminuir o valor a ser pago aos trabalhadores em praticamente todas as faixas, conforme tabela abaixo. Mesmo quem conseguir atingir a idade mínima imposta na nova proposta, mas contribuir, por exemplo, apenas 15 anos, que é o tempo mínimo exigido, vai receber apenas um benefício parcial, de apenas 60% da média de todas as suas contribuições.

 

 

 

Aposentadoria por tempo contribuição

 

Já a possibilidade de se aposentar por tempo de contribuição – hoje correspondente a cerca de 5,4 milhões dos benefícios concedidos – não será mais possível, caso a nova proposta de Temer para a Previdência for aprovada pelo Congresso Nacional. Após o período de transição previsto no projeto, que vai de 2018 a 2042, apenas quem atingir a idade mínima - 65 anos, homem, e 62, mulher – conseguirá se aposentar no Brasil.

 

E só terá direito à aposentadoria integral (benefício de 100% da média de todas as contribuições, sem descontos) se, além de atingir a idade mínima, completar 40 anos de contribuição.

 

Por exemplo, um homem, com 55 anos de idade e 33 anos de contribuição, precisaria, com as regras atuais, de mais dois anos para ter o direito de se aposentar por tempo de contribuição. Para receber o benefício integral com a fórmula 85-95 - modalidade instituída no governo da presidenta eleita legitimamente, Dilma Rousseff - teria de trabalhar mais 3,5 anos. Já com a nova regra proposta por Temer, após o período de transição, este mesmo homem só poderá se aposentar com 65 anos e, para receber o valor integral, terá de ter contribuído por 40 anos.

 

Regras servidores públicos

 

Os servidores públicos também entraram na mira do ilegítimo Temer. O tempo mínimo de contribuição para que os servidores tenham direito à aposentadoria será de 25 anos, com o valor correspondente a 70% da média salarial.

 

As regras atuais possibilitam aos servidores públicos que entraram em 2012 o direito de receber até o valor integral de seu salário. Com as regras previstas na proposta reciclada do governo, para o servidor/a atingir o valor integral, que passará a ser o teto do INSS, de R$ 5.531,31 -, terá de contribuir por 40 anos.

Fonte: Com Sintuf/MT
Voltar

COMENTAR A NOTÍCIA

Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - MT
Rua Marechal Floriano Peixoto, 97. CEP: 78.005-210. Cuiabá-MT
(65) 3358-3171 - (65) 99804-0518.   CNPJ:03.658.820/0010-54.  sinasefemt@sinasefemt.org.br
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados
WEB SITE DESENVOLVIDO E HOSPEDADO POR: MRX WEB SITE - WWW.MRXWEB.COM.BR